Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Gangue que roubava e torturava idosos fica em liberdade. Só um está preso

As medidas de coação foram conhecidas, na quinta-feira, no Tribunal de Leiria.

Gangue que roubava e torturava idosos fica em liberdade. Só um está preso

A Polícia Judiciária deteve cinco jovens, com idades entre os 22 e os 28 anos, por serem suspeitos dos crimes de roubo, agressões qualificadas e um homicídio cometidos desde fevereiro nos concelhos de Leiria, Marinha Grande, Pombal, Figueira da Foz e Coimbra.

Presentes a tribunal, o juiz aplicou a medida de coação menos gravosa, o termo de identidade e residência, a quatro dos detidos. Apenas um ficou em prisão preventiva.

Entretanto, houve já um sexto detido na sequência da investigação a que os inspetores da Polícia Judiciária deram o nome de Operação Sénior.

Este nome deve-se ao facto de todas as vítimas – 29 – dos assaltantes serem idosos, ou seja, pessoas com dificuldades em defenderem-se.

De referir que uma das vítimas, uma mulher de 85 anos, morreu na sequência das agressões de que foi alvo na sua casa na zona de Pombal. Outro idoso, da Figueira da Foz, ainda tenta recuperar a fala depois de ter sido torturado durante uma hora e meia.

O modus operandi deste gangue incidia em arrombar portas ou janelas com o auxílio de armas brancas e bastões.

Depois entravam nas casas isoladas habitadas por pessoas idosas que, assim, eram surpreendidas durante a noite. Apesar de se tratar de pessoas frágeis, os assaltantes não tinham pudor em agredi-las de “forma gratuita e com extrema violência”, descreve a Polícia Judiciária, sendo que depois as “amarravam” e as abandonavam feridas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório