Meteorologia

  • 21 AGOSTO 2018
Tempo
23º
MIN 22º MÁX 25º

Edição

Marcelo vai recandidatar-se? "Está nas mãos de Deus"

O Presidente da República revelou que ainda não sabe se se vai recandidatar, durante a visita ao Algarve onde, este sábado, marcou presença nas áreas ardidas e reuniu-se com o movimento anti-exploração de petróleo.

Marcelo vai recandidatar-se? "Está nas mãos de Deus"
Notícias ao Minuto

22:15 - 11/08/18 por Natacha Nunes Costa 

País Algarve

Marcelo Rebelo de Sousa revelou, este sábado, no Algarve, que ainda não sabe se vai recandidatar-se à presidência da República em 2021.

À margem da visita que está a fazer às áreas ardidas no concelho de Monchique e da reunião que teve com associações anti-exploração de petróleo em Almancil, o Chefe de Estado afirmou que só quando chegar ao momento de se recandidatar é que vai decidir “se sim, ou não”.

“Está na mão de Deus, na altura da ponderação, inspirar-me adequadamente. Eu como cristão acho que, em cada momento, devo estar no sítio que corresponde à missão mais adequada para cumprir nesse momento e devo estar aí se não existir alguém em melhores condições para estar aí. Portanto, Deus logo diz se sim ou não”.

Quanto à vontade de continuar, o Presidente da República diz que não se trata de um “problema de vontade” mas sim de um “problema de ponderação naquela altura [de campanha eleitoral]”.

Estas declarações surgiram depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter estado reunido com duas associações que estão contra a prospeção de petróleo na Costa Vicentina.

Questionado sobre este assunto, o presidente garantiu que registou os argumentos das associações e vai agora cruzar os dados com as informações já dadas pela associação portuguesa de ambiente para então, depois, tomar uma posição.

“Não quero avançar nenhuma posição sem refletir”, disse aos jornalistas.

Tempo ainda para falar sobre a proposta, feita pelo Presidente, da criação de uma comissão independente permanente na Assembleia da República para “avaliar o que correu bem e mal nos incêndios”.

Marcelo Rebelo de Sousa empurrou a questão para o Parlamento e disse que, se os deputados já vão fazer a essa avaliação através do observatório independente, então a comissão independente já não é necessária. Contudo, assume que, na perspectiva do Chefe de Estado, essa comissão poderá fazer o trabalho de avaliação enquanto que o observatório poderia apenas “recolher os dados”.

Depois de falar aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa seguiu para a Feira Medieval de Sines onde quer passar a ideia que depois do fogo a vida continua.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.