Meteorologia

  • 19 AGOSTO 2018
Tempo
23º
MIN 20º MÁX 26º

Edição

Dezenas em Ponta Delgada exigem melhores cuidados para com os idosos

Dezenas de idosos, acompanhados das suas famílias, reuniram-se hoje em Ponta Delgada para exigirem maior atenção legislativa e social para com os mais velhos, que devem estar "no centro" das preocupações políticas e da sociedade.

Dezenas em Ponta Delgada exigem melhores cuidados para com os idosos
Notícias ao Minuto

13:51 - 11/08/18 por Lusa

País Açores

"Portugal é o unico pais da OCDE em que nao é exigida formação específica para se lidar com idosos, o que é grave", denunciou o presidente da Associação de Proteção da Pessoa Idosa e Família (APPIF), que convocou o encontro desta manhã tido nas Portas da Cidade de Ponta Delgada, bem no centro da maior cidade açoriana.

De acordo indicações dadas à agência Lusa presidente da associação, o advogado Ricardo Pacheco, a associação está nesta fase a mostrar-se à sociedade e a apresentar as suas "bandeiras imediatas" que passam, desde logo, pelo pedido de que haja uma "certificação dos lares e das unidades de cuidados continuados".

O "estatuto do cuidador, um diploma algures perdido na Assembleia da República", é também reclamado pela associação.

Os Açores estiveram recentemente nas notícias por alegados maus-tratos a idosos em instituições da Santa Casa, mas Ricardo Pacheco adverte que a situação não é "exclusiva da região".

"Temos tido contacto direto de dezenas e centenas de situações pelo país todo, não só em instituições mas na maioria das vezes nas próprias casas, casos de maus-tratos e negligência, de idosos entregues a si mesmo ou a familiares que não os tratam da forma devida", declarou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.