Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2018
Tempo
31º
MIN 29º MÁX 33º

Edição

Hells Angels: Já são conhecidas as medidas de coação para os 58 detidos

Prisão preventiva para 39 dos 58 detidos. Os restantes 19 arguidos saem em liberdade.

Hells Angels: Já são conhecidas as medidas de coação para os 58 detidos
Notícias ao Minuto

15:43 - 18/07/18 por Melissa Lopes 

País Justiça

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) anunciou esta quarta-feira as medidas de coação para os 58 detidos em Portugal do grupo de motociclistas Hells Angels. A juíza Maria Antónia Andrade decidiu que 39 ficam em prisão preventiva - por perigo de fuga e devido ao alarme social provocado - e os restantes 19 saem em liberdade, mas ficam obrigados a apresentações regulares às autoridades e proibidos de irem à Concentração de Faro, que arranca amanhã.

A SIC Notícias adianta ainda que dos 39 arguidos sujeitos à medida de coação mais gravosa, prisão preventiva, quatro ficaram em prisão domiciliária com pulseira eletrónica.

As medidas de coação definidas pela juíza de instrução criminal Maria Antónia Andrade foram conhecidas esta quarta-feira, perante a presença dos 58 arguidos, que estão detidos há uma semana em Portugal.

O processo envolve acusações de associação criminosa, tentativa de homicídio, roubo, ofensa à integridade física e tráfico de droga.

Existe ainda um outro arguido neste processo, que está detido na Alemanha.

O Ministério Público (MP) pedia a aplicação de prisão preventiva para 54 dos 58 detidos em Portugal, segundo um dos advogados de defesa.

No entanto, do grupo dos 54 detidos, quatro poderiam passar a prisão domiciliária, dependendo de um relatório dos serviços prisionais. Para os restantes quatro arguidos, o Ministério Público pedia apresentações diárias às autoridades.

A investigação do caso dos Hells Angels foi elaborada pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal e pela Unidade Nacional Contraterrorismo da Polícia Judiciária e os mandados de busca e de detenção foram executados há uma semana.

Depois dos 58 arguidos terem sido identificados na noite de quinta-feira e durante a madrugada de sexta-feira, os interrogatórios demoraram três dias, tendo terminado no domingo no TIC.

A proposta de medidas de coação do Ministério Público e as alegações da defesa decorreram na segunda-feira e na terça-feira.

Leia também: Polícia Judiciária aperta o cerco. Afinal, quem são os Hells Angels?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.