Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2018
Tempo
MIN 9º MÁX 10º

Edição

É uma mulher preocupada com o ambiente? Vai gostar de saber disto

Estão abertas as candidaturas para a 10.ª edição do prémio Terre de Femmes, uma iniciativa promovida pela Fundação Yves Rocher que todos os anos distingue mulheres com projetos na área do ambiente.

É uma mulher preocupada com o ambiente? Vai gostar de saber disto
Notícias ao Minuto

19:46 - 13/07/18 por Ana Lemos 

País Fundação Yves Rocher

Arrancou no passado dia 11 de julho mais uma ‘época’ de procura pelas mulheres mais eco-empreendedoras de Portugal. Se, claro, é mulher, tem idade igual ou superior a 18 anos e um projeto eco-empreendedor já implementado - “seja de forma independente, através de uma estrutura sem fins lucrativos ou via entidades com objeto comercial” -, reúne os requisitos necessários para concorrer a este prémio.

Falamos do prémio Terre de Femmes, uma iniciativa promovida pela Fundação Yves Rocher e que este ano completa “uma década em Portugal”. A 10.ª edição é por isso merecedora de “várias novidades”.

Este ano não só aumentará “o número de laureadas” como subirá também “o valor do prémio” a atribuir às vencedoras. Serão “três as distinções e, em vez de dez mil euros, o donativo passa a ser de 18 mil euros: dez mil para a primeira classificada, cinco mil para o segundo lugar, e três mil para a terceira mulher a ser distinguida”.

Pretendemos que os dez anos do Prémio Terre de Femmes Portugal sejam muito mais do que um simples marco histórico. Queremos que sirva de verdadeiro amplificador da voz das mulheres que diariamente se esforçam pela causa eco-cidadã e pelo bem comum”, afirma Ana Ribeiro, porta-voz da Fundação Yves Rocher em Portugal, salientando que esta distinção ganha ainda maior relevância “numa altura em que vivemos confrontados com uma acelerada degradação do meio ambiente”.

Mas há mais. Além do prémio atribuído em Portugal, a primeira classificada ficará também habilitada ao Grande Prémio Internacional - “igualmente no valor de dez mil euros” – que envolve mais de uma dezena de países, entre eles, Alemanha, Espanha, França, Itália, Marrocos, México, Portugal, Rússia, Suíça, Turquia e Ucrânia.

O período de candidaturas termina a 8 de outubro, se está interessada, consulte aqui as condições. Todas as candidaturas serão analisadas por personalidades ligadas “a reputadas instituições que, ano após ano, compõe o júri do prémio, entre as quais a secretaria de Estado do Ambiente, quadros de Investigação do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, organizações ambientais e parceiros ligados à comunicação social”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório