Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2018
Tempo
27º
MIN 22º MÁX 29º

Edição

Desentendeu-se com amigo que lhe devia dinheiro. Acabou por asfixiá-lo

Depois de matar a vítima, o suspeito apoderou-se do cartão de multibanco desta, fez levantamentos e compras em estabelecimentos comerciais.

Desentendeu-se com amigo que lhe devia dinheiro. Acabou por asfixiá-lo
Notícias ao Minuto

08:36 - 19/06/18 por Filipa Matias Pereira 

País Ermesinde

De acordo com um nota publicada na página institucional da Procuradoria Distrital do Porto, o Ministério Público no DIAP da Comarca do Porto deduziu acusação contra um arguido, imputando-lhe a prática de um crime de homicídio qualificado, de um crime de furto e de um crime de burla informática.

A acusação, deduzida no dia 18 de julho do ano passado, descreve que o arguido se terá desentendido com um amigo por dinheiro que este lhe devia e não tinha como pagar. Tudo terá acontecido numa residência em Ermesinde e, na sequência da discussão que se gerou, o suspeito desferiu-lhe pancadas no corpo e acabou por lhe apertar o pescoço com as mãos, matando-o por asfixia.

Ainda de acordo com a acusação do Ministério Público, o arguido apropriou-se depois da carteira da vítima onde estava o cartão multibanco e o respetivo código e do dia 18 a 20 de julho de 2017 efetuou levantamentos de dinheiro em caixas multibanco no montante global de 1050 euros e compras em estabelecimentos comerciais no valor de 961,69 euros.

O arguido está a cumprir prisão preventiva.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.