Meteorologia

  • 23 MAIO 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 21º

Edição

Fernando Medina repudia incidentes de "uma enorme gravidade" no Sporting

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina (PS), considerou hoje que a invasão à Academia do Sporting, em Alcochete, foi de "uma enorme gravidade", por parte de um grupo que "se comporta como uma milícia".

Fernando Medina repudia incidentes de "uma enorme gravidade" no Sporting
Notícias ao Minuto

14:17 - 16/05/18 por Lusa

País Autarca

Em declarações aos jornalistas à margem da apresentação da Operação Integrada de Entrecampos, o presidente da Câmara de Lisboa considerou ser de "uma enorme gravidade" os incidentes de terça-feira com os futebolistas e treinadores do Sporting.

"Não poupemos nas palavras. Não menorizemos o que aconteceu. Tivemos a atuação de um grupo que se comporta como uma milícia e que provoca atos de violência", elencou.

Medina aproveitou para dar uma "palavra sentida" ao Sporting, "em nome da cidade de Lisboa".

"Estaremos sempre ao lado daqueles que batalham pelo desporto jogado dentro das quatro linhas, de forma justa e leal", acrescentou.

O autarca referiu ainda que os incidentes com a equipa de Alvalade "devem ser apurados até às últimas consequências com rapidez" e pediu "exemplaridade na forma como se lida com estes casos".

"Temos esta responsabilidade de ser intransigentes com este discurso de ódio, que muitas vezes aparece associado ao fenómeno desportivo", finalizou o socialista.

Sobre a possibilidade de a equipa leonina ser recebida nos Paços do Concelho, caso ganhe a taça, o presidente do município da capital referiu que o Sporting pediu para tal não acontecer.

Aos jornalistas, Fernando Medina disse que não estará presente na final da Taça de Portugal, no domingo, explicando, porém, que a ausência "já estava prevista", independentemente do sucedido na terça-feira.

Na terça-feira, um grupo invadiu a Academia do Sporting, em Alcochete, e agrediu futebolistas e equipa técnica do clube de Alvalade.

Já hoje, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comentou o caso e referiu "que se sente vexado pela imagem projetada por Portugal no Mundo".

O Governo também já repudiou os incidentes na Academia do Sporting, em Alcochete, que considerou atos de vandalismo e criminosos.

Numa declaração conjunta da secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, e o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, o Governo confirmou a detenção de 21 presumivelmente envolvidos.

Durante a tarde de terça-feira, cerca de meia centena de indivíduos, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', invadiram a Academia de Alcochete e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic e outros membros da equipa técnica.

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.