Meteorologia

  • 18 JUNHO 2018
Tempo
33º
MIN 33º MÁX 34º

Edição

Mais orgasmos reduzem risco de cancro na próstata. O que deve saber

O cancro da próstata representa a segunda causa de morte por cancro no homem, atrás do cancro do pulmão, sendo porem o cancro mais frequente no homem de mais de 50 anos.

Mais orgasmos reduzem risco de cancro na próstata. O que deve saber
Notícias ao Minuto

22:00 - 08/03/18 por Liliana Lopes Monteiro

Lifestyle Homens

Em Portugal estima-se que tenha uma incidência de 82 casos por 100 mil habitantes e uma mortalidade de 33 por 100 mil indivíduos.

Apesar de afetar um em cada oito homens muitos, por vergonha, não procuram o médico até ser tarde demais.

Estas são as coisas que deve saber sobre o cancro na próstata.

Mata mais do que o cancro da mama

Só em Portugal, morrem cerca de 1800 homens, por ano, vítimas de cancro na próstata. No Reino Unido, por exemplo, morrem mais de 11 mil homens anualmente.

Mais orgasmos e exercício

Ter orgasmos regularmente, assim como praticar exercício físico frequentemente e manter uma dieta e estilo de vida saudáveis contribui para um menor risco de desenvolver a patologia.

Novos estudos indicam que os homens que ejaculam mais frequentemente, apresentam uma menor probabilidade de contrair este tipo de cancro. Os cientistas ainda não conseguiram identificar o motivo, mas creem que durante o ato sexual o organismo expele químicos que se iriam de outro modo acumular no corpo.

Esteja atento ao xixi

Alterações no xixi são muitas vezes um sinal de crescimento da próstata, um problema comum, e de todo cancerígeno. Contudo, se têm dificuldades em urinar, tem sangue ou sémen na urina, dores na pélvis, sofre de incontinência ou vai urinar excessivamente procure o seu médico.

Adiar ir ao médico pode ser fatal

O diagnóstico precoce é fundamental, porém há estudos que indicam que os homens em geral vão ao médico menos 75 por cento, comparativamente às mulheres, mesmo quando têm sintomas de que algo está errado.

Todos os homens contraem cancro da próstata, se viverem tempo suficiente

E geralmente, essa doença cancerígena não será a causa de morte. Pesquisas demonstram que cerca de 80 por cento dos homens, de idade superior a 80 anos têm algum tipo de células cancerígenas na próstata. Isto acontece porque o órgão, do tamanho de uma noz, cresce à medida que se envelhece, tornando-se mais suscetível ao desenvolvimento de cancro.

Todavia, muitos destes tipos de cancro crescem muito devagar e mesmo sem tratamento não ameaçam a vida de quem deles padece. Muitos homens falecem de outra doença, sem a condição alguma vez se manifestar.

O cancro da próstata mata menos do que há dez anos

A instituição britânica Cancer Research UK, defende que os números do cancro da próstata estão a aumentar mundialmente apenas porque a população também está a crescer e porque a esperança média de vida é cada vez maior. Indicando que a incidência de morte reduziu seis por cento nos últimos dez anos e triplicou nos últimos 40.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.