Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 18º

Edição

Itália concede nacionalidade a bebé britânico para continuar tratamentos

O Governo de Itália concedeu esta segunda-feira a nacionalidade ao bebé britânico Alfie Evans, com uma doença cerebral degenerativa, para que a criança, que a Justiça do Reino Unido pretende desligar do suporte artificial de vida, continue tratamentos em Roma.

Itália concede nacionalidade a bebé britânico para continuar tratamentos
Notícias ao Minuto

19:04 - 23/04/18 por Lusa

Mundo Roma

Com a concessão da nacionalidade italiana, o Governo de Itália espera que seja permitida "a transferência imediata" do bebé de 23 meses para Roma, como refere o Ministérios dos Negócios Estrangeiros, em comunicado.

O Tribunal Supremo do Reino Unido negou aos pais de Evans, atualmente internado no hospital inglês Halder Hey, em Liverpool, o direito de recorrer da decisão judicial que estipulava terminar com o tratamento que o bebé está a receber e assim terminar com a sua vida.

Muito embora tenham reconhecido que se trata de um caso "desesperadamente triste", os magistrados judiciais britânicos sublinharam no acórdão que "não há esperança" de que Evans "vá melhorar alguma vez".

Na sexta-feira, o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo, na França, recusou rever o caso.

Os pais do menino - Thomas Evans, de 21 anos, e Kate James, de 20 - expressaram em reiteradas ocasiões o desejo de transferir o filho para Roma, com o objetivo de o bebé receber tratamento no hospital pediátrico Gesù, gerido pelo Vaticano e que está disposto a receber a criança.

Hoje, a presidente desse hospital pediátrico, Mariella Enoc, começou a tratar da transferência da criança.

O papa Francisco reuniu-se em privado, na passada quarta-feira, com Thomas Evans e defendeu posteriormente, na audiência geral, a proteção da vida do bebé.

No passado dia 04 de abril, o papa Francisco tinha já manifestado na sua conta na rede social Twitter "o desejo de todo o coração que faça tudo o que for necessário para se acompanhar compassivamente o pequeno Alfie" e que "todo o sofrimento dos seus pais seja escutado".

O assunto de Evans foi igualmente discutido na reunião que manteve na segunda-feira da semana passada o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional italiano, Angelino Alfano, e o seu homólogo britânico, Boris Johnson, no Luxemburgo.

Alfano transmitiu a Johnson o respeito de Itália pelas "decisões tomadas pela Justiça britânica", assim como vincou a sua consideração pelo sistema de saúde do Reino Unidos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório