Meteorologia

  • 16 JULHO 2018
Tempo
25º
MIN 23º MÁX 26º

Edição

Doadores têm de aumentar financiamento aos países pobres

Um alto responsável da ONU defendeu hoje, em Lisboa, que os países doadores "têm de mudar" os padrões de produção e consumo, "porque são insustentáveis" e, paralelamente, aumentar a contribuição financeira para os países mais desfavorecidos.

Doadores têm de aumentar financiamento aos países pobres
Notícias ao Minuto

18:52 - 17/04/18 por Lusa

Mundo ONU

O enviado especial do secretário-geral da ONU para a Cooperação Sul/Sul, Jorge Chediek, que falava à agência Lusa à margem da Conferência Internacional sobre Cooperação Triangular, promovida pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), cujos trabalhos decorrem até quarta-feira em Lisboa, sustentou ainda que também os países mais desfavorecidos têm obrigações.

"Os problemas atuais são de uma dimensão global e precisamos do empenho de todos os países para que contribuam para ajudar na sua resolução. O Norte tem de mudar os padrões de produção e consumo, porque não são sustentáveis, e, ao mesmo tempo, contribuir com mais recursos financeiros para apoiar os países menos desenvolvidos", referiu.

"E os países menos desenvolvidos terão também de fazer a sua parte, com mais recursos próprios, mais reformas internas e mais empenho na cooperação Sul/Sul. Esta parceria global precisa da colaboração de todos os atores", salientou o economista argentino.

Para Jorge Chediek, a cooperação tradicional, a Norte/Sul, é "indispensável e precisa de ser mantida e expandida", porque os países desenvolvidos comprometeram-se em contribuir com 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) para apoiar os mais frágeis.

"Mas muitos deles não estão a cumprir e precisamos desse dinheiro para atacar os problemas principais do desenvolvimento dos países mais pobres", salvaguardou Chediek, destacando, porém, a importância da existência de uma nova dimensão com as cooperações Sul/Sul e Triangular (dois estados do Sul e um do Norte).

"A cooperação Sul/Sul, baseada nos princípios da solidariedade, de partilha de experiências similares, tem um espaço muito importante, e a Triangular, que é a cooperação Sul/Sul apoiada por uma outra organização ou país desenvolvido é também muito importante e útil para a implementação da nova agenda global. São complementares e diferentes. A natureza é diferenciada", concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.