Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2018
Tempo
23º
MIN 21º MÁX 25º

Edição

ACNUR preocupada com condições "horríveis" de novos refugiados do Iémen

A agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) denunciou hoje as condições "horríveis" a que têm estado sujeitos os refugiados, requerentes de asilo e imigrantes sem documentos que têm chegado nas últimas semanas e meses ao Iémen.

ACNUR preocupada com condições "horríveis" de novos refugiados do Iémen
Notícias ao Minuto

13:23 - 17/04/18 por Lusa

Mundo Nações Unidas

O porta-voz do ACNUR salientou que existem cada vez mais informações sobre alegadas extorsões, tráfico de seres humanos e deportações.

Muitos dos refugiados e imigrantes que chegam ao Iémen são presos, detidos, submetidos a abusos e depois obrigados a fazer a travessia por mar até à Europa ou entregues à força às mesmas mafias que os introduziram no país, adiantou Spindler na conferência de imprensa bissemanal da ONU em Genebra.

O ACNUR tem estado a tentar resolver, desde fevereiro, a situação de cerca de cem pessoas recém-chegadas do Iémen que foram presas e estão detidas desde então.

"As informações sobre abusos dentro das instalações de detenção são numerosas e alguns recém-chegados têm sofrido violência física e sexual", indicou o porta-voz.

Os sobreviventes descreveram ao ACNUR que foram baleados, espancados, violados, humilhados e forçados a ver execuções sumárias, tendo-lhes sido igualmente negada comida, disse o mesmo responsável.

Os refugiados e imigrantes provêm essencialmente da Somália e Etiópia, mas também do Sudão e Eritreia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório