Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 15º

Edição

Rebeldes do Sudão libertam sete pessoas sequestradas em março

A oposição armada leal ao ex-vice-presidente sudanês Riek Machar anunciou hoje a libertação de sete pessoas que foram sequestradas em finais de março na zona de Lanya e que são acusadas de "espiar para o Governo".

Rebeldes do Sudão libertam sete pessoas sequestradas em março
Notícias ao Minuto

11:02 - 16/04/18 por Lusa

Mundo Oposição

Um porta-voz daquela organização, Lam Paul Gabriel, afirmou à agência de notícias espanhola EFE em Juba que os membros da Associação de Saúde no Sudão do sul foram libertados.

As sete pessoas foram entregues a uma delegação do Departamento de Coordenação Humanitária para a ONU numa zona fronteiriça entre o Sudão do Sul e o Uganda.

O mesmo porta-voz comentou que a libertação acontece "apesar de a oposição saber que dois deles trabalharam como espiões a favor do regime em Juba".

A oposição armada leal a Machar, exilado na África do Sul, assegurou no passado dia 11 de abril que tinha detido os sete trabalhadores humanitários após ter recebido a informação de que "expiavam para o Governo".

No passado dia 10 de abril, a ONU anunciou que um colaborador de uma organização católica morreu no norte do país durante um tiroteio contra o carro em que viajava.

Desde dezembro de 2003 foram mortos no Sudão do Sul cerca de 98 trabalhadores humanitários, de acordo com as últimas estatísticas da ONU.

O conflito no sul do Sudão eclodiu em dezembro de 2013 entre as forças do Presidente Salva Kiir, de etnia dinka, e as de Machar, da tribo Nuer.

Os dois lados chegaram a um acordo de paz em 2015 que levou à criação de um governo de unidade, mas em 2016 a violência reapareceu.

Um novo acordo de cessar-fogo entrou em vigor a 24 de dezembro, mas, desde então, tanto o governo como a oposição acusam-se mutuamente de ataques.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório