Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Sessions para procuradores: Tráfico de droga pode implicar pena de morte

Procurador-geral dos Estados Unidos enviou nota a lembrar procuradores que a lei permite que se tente a pena de morte para casos de grandes traficantes de droga. Mas não é certo que o Supremo partilhe da mesma opinião.

Sessions para procuradores: Tráfico de droga pode implicar pena de morte

Jeff Sessions, procurador-geral dos Estados Unidos, enviou um 'lembrete' aos procuradores federais esta quarta-feira, em que afirma que devem tentar, "quando for apropriado", pedir a pena de morte para condenados em casos de tráfico de droga.

A nota a que a CNN teve acesso surge após Donald Trump ter afirmado, na segunda-feira, que a lei deve ser particularmente severa com traficantes de droga. "Ou então estamos a perder o nosso tempo".

Não é certo, porém, que tal possa ser aplicada.

À mesma CNN o especialista Ames Grawer explicou que o Supremo Tribunal dos Estados Unidos têm recusado, de forma consistente, todos os pedidos de pena de morte em casos em que não houve homicídio.

A legislação federal norte-americana permite que grandes traficantes possam ser condenados à pena de morte em casos excecionais de tráfico de droga. Tal pode ser feito invocado o 'Kingpin Statute', um critério criado a pensar precisamente nos líderes de redes de tráfico de droga de grande escala. O 'Kingpin Statute', no entanto, nunca foi invocado em nenhum caso, explica Ames Grawer.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório