Meteorologia

  • 20 JUNHO 2018
Tempo
29º
MIN 28º MÁX 30º

Edição

Turquia espera relações de "respeito mútuo" com Washington

O ministro dos Estrangeiros da Turquia disse hoje esperar relações "mutuamente respeitosas" com os Estados Unidos, na sequência da designação do diretor da CIA Mike Pompeo para chefe de diplomacia de Washington.

Turquia espera relações de "respeito mútuo" com Washington
Notícias ao Minuto

18:15 - 14/03/18 por Lusa

Mundo MNE

Mevlut Cavusoglu fez estas declarações em Moscovo durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo Serguei Lavrov, ao responder a uma questão sobre a eventual preocupação da Turquia com a indicação pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Pompeo para substituir Rex Tillerson.

Pompeu terá anteriormente descrito a Turquia num 'tweet' como uma "ditadura totalitária islâmica", refere a agência noticiosa Associated Press (AP).

Cavusoglu disse que a nomeação de Pompeo é uma "decisão exclusiva" dos Estados Unidos.

Os dois aliados da NATO estão a tentar reforçar a sua relação, em crise desde a oposição da Turquia ao apoio fornecido pelos norte-americanos às Unidades de Proteção Popular (YPG), as milícias curdas do norte da Síria.

Ancara considera as YPG um grupo terrorista pelos seus supostos vínculos com o ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), a guerrilha curda da Turquia.

Desde 20 de janeiro que o exército turco combate as YPG no enclave curdo-sírio de Afrine, noroeste da Síria, com o objetivo de expulsar a milícia da sua zona fronteiriça.

Cavusoglu anunciou, entretanto, que pretende viajar para Washington na segunda-feira para discutir a situação na Síria, e quando Tillerson apenas deverá ser substituído por Pompeo no final de março.

Ancara espera garantir um acordo com Washington sobre a retirada das YPG de Manbech, uma região síria controlada pela milícia desde 2016, e onde estão presentes efetivos da coligação internacional contra o grupo 'jihadista' Estado Islâmico, liderada pelos Estados Unidos.

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse hoje esperar que o seu exército complete nas próximas horas o cerco total a Afrine, e anunciou outra ofensiva em preparação no norte do Iraque contra o PKK, informou a agência noticiosa Anadolu.

"Em diversas ocasiões atacámos os terroristas no norte do Iraque mas não os destroçámos com mais força", disse num discurso em Ancara, numa alusão aos frequentes bombardeamentos das forças aéreas turcas no norte do Iraque contra supostos objetivos do PKK.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.