Meteorologia

  • 24 JULHO 2021
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Saiba quais são as sete doenças que afectam mais as mulheres

O jornal Huffington Post, citando o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, divulgou uma lista com as sete doenças que afectam mais as mulheres. No topo estão as doenças auto-imunes, como a lúpus, mas também o síndrome de fadiga crónica e a esclerose múltipla fazem parte desta lista.

Saiba quais são as sete doenças que afectam mais as mulheres

As mulheres são mais propensas a algumas doenças do que os homens. Uma lista divulgada pelo jornal Huffington Post, citando o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, revela as sete doenças mais comuns no sexo feminino.

A esclerose múltipla, uma doença inflamatória crónica do sistema nervoso central que afecta quase todas as nossas funções, afecta cerca de 2,1 milhões de pessoas no Mundo, sendo mais comum duas a três vezes nas mulheres do que nos homens.

Outra das doenças que afecta mais o sexo feminino é a lúpus, uma doença auto-imune cujas causas são desconhecidas. As mulheres têm também quatro vezes mais probabilidade de desenvolver o síndrome de fadiga crónica, cujos sintomas mais comuns são dores musculares e de cabeça, bem como perdas de memória e insónias.

As depressões (uma doença mental) também são mais comuns nas mulheres do que nos homens, de acordo com um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS), a incidência nos homens é de 1,9% face a 3,2% nas mulheres.

Da lista faz ainda parte, a doença celíaca, que danifica o intestino delgado e interfere na absorção dos nutrientes, caracterizada nomeadamente pela intolerância a alimentos que contêm glúten, como o pão, bem como o síndrome do cólon irritável ou colite nervosa, que provoca períodos de diarreia intercalados com prisão de ventre, e dores abdominais.

Também as doenças sexualmente transmissíveis afectam mais as mulheres. Apesar de ambos os sexos serem susceptíveis de contrair qualquer uma destas doenças, normalmente, as mulheres sofrem mais porque são mais susceptíveis a bactérias e vírus.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório