Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
33º
MIN 33º MÁX 34º

Edição

Estudantes no chão 'aos pés' da Casa Branca. "Sou o próximo?", questionam

Estudantes protestam contra o governo pela falta de controlo sobre a compra de armas.

Estudantes no chão 'aos pés' da Casa Branca. "Sou o próximo?", questionam

Dezenas de manifestantes, a maioria estudantes, deitaram-se esta segunda-feira no chão, nas imediações da Casa Branca, para protestar contra a falta de controlo na compra de armas, dias após mais um tiroteio em solo americano. 

Em vários turnos de três minutos, diferentes grupos de estudantes deitaram-se na Avenida Pensilvânia, mesmo em frente à Casa Branca, para simbolizar o pouco tempo que demorou o autor do tiroteio da Florida, Nikolas Cruz, a comprar uma arma semiautomática, com a qual matou 17 pessoas, na quarta-feira.

Ao ficarem imóveis no chão, os estudantes também queriam representar as vítimas dos muitos tiroteios registados nas escolas ou centros educativos do país nos últimos anos.

“Sou o próximo?”, escrevia um cartaz. Outro perguntava: “É o Congresso que faz as nossas leis ou a NRA?”, conforme exibiu a CNN.

A poderosa NRA (National Rifle Association) é a associação civil mais antiga dos Estados Unidos a advogar pela direito ao porte de armas. Com mais de cinco milhões de membros, é um forte apoiante do partido republicano e dos seus deputados.

Esta pequena manifestação surge no mesmo dia em que a Casa Branca anunciou ser favorável a um reforço do controlo dos antecedentes criminais de quem queira comprar armas de fogo.

Recorde-se que Nikolas Cruz, um antigo aluno do liceu Marjory Stoneman Douglas de Parkland, a norte de Miami (Florida), disparou uma arma semi-automática, na quarta-feira passada, na escola, causando 17 mortos, a maioria adolescentes.

Com 19 anos, o jovem tinha conseguido autorização para comprar a arma, apesar de estar sinalizado por comportamento violento.

Trump é um forte apoiante de direitos sobre armas e da poderosa National Rifle Association (NRA, em inglês).

Os estudantes da escola onde se registou o tiroteio estão a organizar uma manifestação na capital norte-americana para pedir um maior controlo das armas, para o dia 24 de março.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório