Meteorologia

  • 20 JUNHO 2018
Tempo
24º
MIN 23º MÁX 25º

Edição

Colegas de mãe de Maëlys organizaram-se e doam-lhe três anos de licença

Funcionários do hospital onde Jennifer Cleyet-Marrel trabalha evitam, assim, que a enfermeira perca o salário na totalidade.

Colegas de mãe de Maëlys organizaram-se e doam-lhe três anos de licença
Notícias ao Minuto

10:16 - 18/02/18 por Anabela de Sousa Dantas

Mundo França

Não havendo como atenuar a dor da perda de um filho, os colegas de trabalho de Jennifer Cleyet-Marrel, mãe de Maëlys de Araújo, organizaram-se para, pelo menos, permitir à enfermeira a superação da perda em casa, sem perder a remuneração.

O ator de generosidade já havia sido, de certo modo, anunciado em novembro do ano passado, quando os funcionários do hospital francês de Pontarlier foram autorizados a doar as suas horas de trabalho à mãe da menina lusodescendente de nove anos, alguns meses após o desaparecimento. Todos tinham até dezembro do ano passado para indicar quantas horas ou dias queriam doar a Jennifer.

Agora, conforme avançou a France 3, oficializa-se a oferta de 572 dias de trabalho, conseguidos em conjunto entre os mais de 1300 colegas da instituição de saúde, o que deverá perfazer cerca de três anos, contando com os dias de descanso.

Lydie Lefebvre, responsável sindical do hospital, indicou à imprensa que será Jennifer a decidir o que quer fazer com aquele tempo. “É ela quem decide o que fazer com estes dias, se quer voltar aos poucos, em part-time, ou tomar o seu tempo”, afirmou.

Jennifer Cleyet-Marrel não voltou ao trabalho desde o desaparecimento da filha, a 27 de agosto de 2017, de um casamento em Pont-de-Beauvoisin.

Recorde-se que esta quarta-feira passada, o principal suspeito do desaparecimento da criança, Nordhal Lelandais, de 34 anos de idade, confessou a autoria do homicídio da menina, revelando a localização dos restos mortais. Ainda não foram conhecidas nem as causas de morte, nem o motivo do crime, mantendo Lelandais que foi acidental.

Pode ler aqui um resumo do caso, desde o desaparecimento até à confissão do autor do crime.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.