Meteorologia

  • 22 JUNHO 2018
Tempo
24º
MIN 24º MÁX 24º

Edição

Escritora casa-se com sem-abrigo. Parece um conto de fadas, mas é real

Emmy Abrahamson apaixonou-se por um sem-abrigo viciado em álcool que conheceu, por acaso, num banco de jardim. Hoje, são casados e têm dois filhos. Conheça esta história de amor que dava (e deu mesmo) um livro: 'Como se apaixonar pelo homem que vive nos arbustos'.

Escritora casa-se com sem-abrigo. Parece um conto de fadas, mas é real
Notícias ao Minuto

11:26 - 12/02/18 por Tiago Miguel Simões

Mundo História real

Esta é uma história digna de um livro, ou mesmo de um filme. Curiosamente, foi vivida por uma escritora. Emmy Abrahamson, de 41 anos, tornou público o melhor romance que poderia ter escrito. Ainda que este tenha sido escrito pela vida. Isto porque a escritora se apaixonou por um sem-abrigo, Vic Kocula, com quem mais tarde se viria a casar. Hoje, são marido e mulher e têm dois gémeos de seis anos, Desta e Til.

Comecemos pelo o início. A escritora sueca estava em Amesterdão quando, em 2006, conheceu Vic, na altura um estranho que se sentou ao seu lado num banco de jardim. “Eu consegui ver logo que ele era sem-abrigo porque estava muito sujo, assim como as suas mãos e unhas. Estava a segurar uma mala e eu pensava que apenas malucos faziam isso. Mais tarde descobri que era onde ele guardava o saco-cama e latas de cerveja”, disse Emmy ao programa televisivo 'This Morning'. Conversaram durante dez minutos e marcaram um encontro. Uma semana depois, no mesmo banco, no mesmo jardim. Emmy teve de regressar a Viena, onde vivia na altura, pensando nunca mais ver aquele sem-abrigo que lhe despertou interesse.

Contudo, três semanas depois, Vic ligou-lhe para a informar de que conseguira maneira de ir até à Áustria ter com ela. “Começámos a falar e apercebi-me de que ele tinha os olhos castanhos mais bonitos que eu já tinha visto e que e fazia rir muito”, revelou a escritora

No entanto, em conversa com o jornal Daily Mail, Emmy Abrahamson, indica que não tem receio de afirmar: “se há 12 anos me tivessem dito que acabaria por casar com um sem-abrigo alcoólico, eu presumiria que a pessoa não estava bem. Mas foi isso que aconteceu. Tinha 30 anos, era solteira, tinha uma carreira de sucesso enquanto escritora, quando me apaixonei por um homem que vivia num arbusto. Um homem sem ordenado. Ou objetivos profissionais. Ou sapatos”, contou. 

Já a vida de Vic deu várias voltas. Norte-americano, deixou os EUA para conhecer a Europa de mochila às costas. Mas quando o dinheiro acabou e Vic não se sentia pronto para voltar à América, começou a dormir na rua. Pediu dinheiro. Mas foi o álcool, a que se tornou adito, que lhe fechou todas as portas, deixando-lhe apenas a rua. Só mais tarde, percebeu. “Meu Deus, sou um sem-abrigo alcoólico”, revelou o Kocula, a quem os olhos e o sentido de humor lhe valeram um grande amor. Mais uma nova oportunidade na vida.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.