Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2019
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 20º

Edição

Presidente do parlamento alemão acusado de plágio

Acusações de plágios ensombram mais uma carreira de um alto quadro político da Alemanha. A tese de doutoramento do presidente do parlamento alemão foi posta em causa na Internet, isto após duas acusações terem levado à demissão de dois ministros no país. Norbert Lammert nega o crime e já solicitou a revisão do seu trabalho feito nos anos 70, segundo a imprensa internacional.

Presidente do parlamento alemão acusado de plágio

O Presidente do Bundestag (parlamento alemão), Norbert Lammert, foi acusado na Internet de ter plagiado parte da sua tese de doutoramento, defendida nos anos 70. De recordar que recentemente dois ministros alemães pediram a demissão devido a denúncias semelhantes.

O político já veio desmentir o plágio e, em declarações ao jornal Die Welt, o responsável anunciou que já pediu à Universidade de Bochum a revisão da sua tese. O caso é mais do que mediático na Alemanha e as acusações fizerem as manchetes dos principais jornais. Curioso é também o facto de a denúncia ter sido feita por alguém com o pseudónimo Robert Schmidt, o mesmo que acusou a ex-ministra da Educação e Ciência alemã pelo mesmo crime.

Estas acusações vieram a confirmar-se verdadeiras e a Universidade de Dusseldorf, na qual a ministra Annette Schavan tinha feito o seu doutoramento retirou-lhe o título, tendo a governante apresentado a demissão. Já em Março de 2011, o mesmo motivo levou à saída do do então ministro da Defesa Karl Theodor zu Guttenberg, que também viu o seu titulo de doutor ser-lhe retirado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório