Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Líder do SPD pede em carta aos militantes apoio a coligação com CDU

O líder do Partido Social-Democrata (SPD) alemão, Martin Schulz, pediu hoje numa carta aos militantes que apoiem uma nova "grande coligação" com a União Democrata-Cristã (CDU) da chanceler Angela Merkel.

Líder do SPD pede em carta aos militantes apoio a coligação com CDU
Notícias ao Minuto

15:16 - 19/01/18 por Lusa

Mundo Schulz, Merkel

Um congresso extraordinário do SPD vai decidir, no domingo, se aprova o acordo de princípio alcançado pelos dois partidos há duas semanas e o lançamento de negociações formais para uma coligação com a CDU e o aliado bávaro dos conservadores, a União Social-Cristã (CSU).

Na carta aos militantes, Schulz advertiu que a decisão a tomar no domingo é de "enorme importância para o futuro da Alemanha, da Europa e do SPD".

"Eu próprio estou convencido de que vale a pena iniciar negociações de coligação com a CDU e a CSU", escreveu.

Martin Schulz frisou que, nas conversações prévias, o SPD conseguiu compromissos importantes que favorecem os trabalhadores e as famílias, os quais só poderão concretizar-se se for formada uma coligação.

O acordo de princípio tem suscitado um duro debate interno no SPD entre os que apoiam a formação de uma coligação e os que se opõem.

Nas eleições legislativas de 24 de setembro, Schulz e a líder parlamentar social-democrata, Andrea Nahles, recusaram uma coligação com a CDU e afirmaram preferir ficar na oposição.

Mas, depois de fracassarem as negociações da CDU com o Partido Liberal (FDP) e os Verdes, o Presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, também social-democrata, apelou à responsabilidade política de todos os partidos e Schulz mudou de posição, com o apoio da direção do SPD.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório