Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2018
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 17º

Edição

Número de mortos na Alemanha pela tempestade Friederike sobe para oito

O número de mortos na Alemanha por causa da tempestade Friederike subiu hoje para pelo menos oito, anunciaram as autoridades, que acrescentaram também que a circulação ferroviária já foi retomada, mas com atrasos devido aos estragos nas linhas.

Número de mortos na Alemanha pela tempestade Friederike sobe para oito
Notícias ao Minuto

10:49 - 19/01/18 por Lusa

Mundo Tempestade

No total, a tempestade fez onze mortos na Europa do Norte, já que duas pessoas morreram na Holanda e uma na Bélgica.

Na Alemanha, a polícia do estado da Saxónia anunciou hoje a morte de um homem de 65 anos que tentava reparar o seu telhado e de um outro, de 34 anos, morto pela queda de uma árvore.

Já na quinta-feira, seis pessoas tinham morrido no país: um homem de 59 anos foi morto pela queda de uma árvore em Emmerich-Elten, no Estado da Renânia do Norte -- Vestefália e um condutor de um veículo pesado morreu em resultado de um acidente rodoviário.

Neste mesmo Estado, um bombeiro morreu durante uma intervenção e um outro também faleceu na Turíngia.

Em Brandeburgo, perto de Cottbus, 120 quilómetros a sul de Berlim, um condutor de um camião, surpreendido por uma rajada, morreu na estrada e uma automobilista, de 61 anos, faleceu depois de ter perdido o controlo do veículo e embater num veículo pesado, no Estado de Mecklembourg -- Pomerânia, no leste.

Depois de ter paralisado o tráfico ferroviário na parte ocidental da Alemanha, a tempestade dirigiu-se para o leste, com ventos superiores a 130 quilómetros por hora, especificaram os serviços meteorológicos.

O teto de uma escola, onde ainda estavam crianças, foi arrancado por uma rajada de vento, no Estado da Turíngia, no leste do país, mas não provocou feridos.

No maciço montanhoso do Harz, no centro da Alemanha, as rajadas atingiram os 203 quilómetros por hora, o que nunca se tinha visto no país.

Antes, esta tempestade, proveniente do Mar do Norte, provocara numerosas perturbações nos Países Baixos, onde só na quinta-feira à noite alguns comboios retomaram o serviço, e na Bélgica.

A circulação dos comboios de alta velocidade Thalys, que liga França, Bélgica, Países Baixos e Alemanha, foi interrompida na parte seguinte a Bruxelas.

A tempestade também impediu os aviões de levantarem voo no aeroporto Amesterdão-Schiphol, durante a manhã de quinta-feira. No total foram anulados 2.330 voos. Vários voos também foram anulados nos aeroportos alemães de Dusseldorf, no oeste, e Munique, no sul.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório