Meteorologia

  • 20 FEVEREIRO 2018
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Coreia do Norte prepara parada militar antes de Jogos Olímpicos

A Coreia do Norte está a preparar uma parada militar para a véspera da abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno, em fevereiro, no vizinho Sul, apesar da recente aproximação com Seul, noticiou hoje a imprensa sul-coreana.

Coreia do Norte prepara parada militar antes de Jogos Olímpicos
Notícias ao Minuto

07:58 - 18/01/18 por Lusa

Mundo Coreias

Pyongyang foi uma das principais preocupações da comunidade internacional em 2017 ao multiplicar os disparos de mísseis e ao realizar um sexto ensaio nuclear, apresentado como sendo o de uma bomba de hidrogénio.

Mas, no início do ano, o Norte manifestou a vontade de participal nos Jogos Olímpicos de PyeongChang, que começam a 09 de fevereiro, e de desfilar ao lado do Sul, na cerimónia de abertura.

A Coreia do Norte, que organiza frequentemente paradas militares para assinalar diferentes datas de aniversário, deverá marcar a 08 de fevereiro a data de nascimento do seu exército, há 70 anos, noticiou a agência sul-coreana Yonhap.

Cerca de 12 mil soldados, acompanhados por peças de artilharia e diversos tipos de armamento, vão participar na parada, nos arredores de Pyongyang, acrescentou a agência, que cirou uma fonte governamental sul-coreana não identificada.

"Pensamos que o Norte vai realizar uma parada militar a 08 de fevereiro para assinalar o aniversário do nascimento do exército regular", disse a mesma fonte.

Um porta-voz declarou que o Ministério da Defesa sul-coreano não comentava "questões relacionadas com informações militares".

Os aniversários celebrados pela Coreia do Norte variam todos os anos. Em abril do ano passado, o dirigente Kim Jong-un presidiu a uma demonstração de armamentos do país, incluindo aquilo que parecia ser um míssil balístico intercontinental (ICBM), para comemorar o 105.º aniversário do nascimento do avô e fundador do país Kim Il-sung.

No discurso de Ano Novo, Kim mencionou a celebração do 70.º aniversário das forças armadas, ao pedir aos soldados para "organizarem treinos de combate como verdadeiras batalhas".

Na mesma ocasião, o líder norte-coreano estendeu a mão ao Sul e propôs participar nos Jogos Olímpicos.

Seul e Pyongyang restabeleceram a linha telefónica vermelha, após dois anos de silêncio, e decidiram apresentar em PyeongChang uma equipa feminina conjunta de hoquéi no gelo.

O acordo é fruto das conversações de alto nível que os dois países, tecnicamente em guerra há mais de 65 anos, mantiveram nos últimos dez dias após dois anos de conflitos e provocações e de importantes progressos no programa nuclear e de mísseis norte-coreano.

A participação da Coreia do Norte em PyeongChang, onde tem previsto enviar uma delegação de centenas de pessoas, entre atletas, funcionários, artistas ou animadoras, poderá ser uma garantia de que o regime de Kim não efetuará ensaios de armas enquanto estiverem a decorrer os Jogos.

Os Jogos Olímpicos de Inverno realizam-se de 09 a 25 de fevereiro, em PyeongChang, a apenas 70 quilómetros da fronteira entre o Norte e o Sul, a mais militarizada do mundo. Os Jogos Paraolímpicos vão decorrer entre 09 e 18 de março.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.