Meteorologia

  • 21 FEVEREIRO 2018
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 17º

Edição

Mossul celebra Natal pela primeira vez depois de quatro anos sem festejos

A igreja de São Paulo de Mossul acolheu hoje cânticos de Natal pela primeira vez desde 2013, depois de esta cidade iraquiana ter sido conquistada, em julho, aos radicais do Estado Islâmico.

Mossul celebra Natal pela primeira vez depois de quatro anos sem festejos
Notícias ao Minuto

12:22 - 24/12/17 por Lusa

Mundo Iraque

Como relata a agência noticiosa France-Presse, nesta igreja, onde as cortinas brancas e vermelhas escondem parte das 'feridas' dos combates sangrentos, o patriarca caldeu da Igreja Católica, D. Louis Sako, apelou a dezenas de fiéis para rezarem pela "paz e pela estabilidade em Mossul, no Iraque e no mundo".

"Celebrar esta missa em Mossul é importante para reviver a via cristã", numa cidade onde habita uma importante minoria cristã, comentou Farqad Malko, uma cristã que regressou há pouco à região depois ter fugido no verão de 2014 com a chegada dos jihadistas.

No local, entre velas, árvores de Natal e cortinas brancas, que são usadas para fechar os caixilhos de janelas destruídos pelos combates e explosões, estão habitantes muçulmanos de Mossul, cristãos, autoridades locais e militares.

À frente da igreja, a nota mais destacada é a visível presença de forças de segurança, nomeadamente os veículos blindados e militares.

Durante o período do 'califado', como o Estado Islâmico denominava a parte ocupada no Iraque e na Síria, as minorias religiosas, em especial os yazidis, os cristãos caldeus e siríacos foram perseguidos e obrigados a um expressivo êxodo.

Ao fim de vários meses de combates intensos, as autoridades iraquianas anunciaram em julho a vitória contra os jihadistas do EI, que controlavam Mossul desde junho de 2014.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.