Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Falência de Detroit contestada em tribunal

Uma juíza do Michigan ordenou hoje a Detroit, que acumulou uma dívida superior a 18.500 milhões de dólares, que anule o seu pedido de falência, alegando que põe em risco pensões e viola a constituição do Estado.

Falência de Detroit contestada em tribunal

A juíza Rosemarie Aquilina também recomendou ao governador do Michigan, Rick Snyder, que leia a constituição estatal e “reconsidere as suas ações”.

Snyder autorizou na quinta-feira o pedido de falência de Detroit que tinha sido recomendado pelo gestor de emergência da cidade, Kevyn Orr.

A falência tem de ser autorizada por um juiz federal, que determinará num período entre 30 e 90 dias, se a cidade norte-americana é elegível para o processo

Pouco antes do pedido de falência, os representantes dos fundos de pensões pediram à juíza Aquilina que bloqueasse o processo para evitarem ser afetados pela suspensão dos pagamentos.

A cidade tem uma dívida de nove mil milhões de dólares aos fundos de pensões e sistemas de saúde dos 10.000 funcionários públicos e 20.000 reformados.

Detroit, que declarou a maior bancarrota municipal norte-americana, juntou-se na quinta-feira a outras sete cidades ou condados que tomaram a mesma medida desde 2010.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório