Meteorologia

  • 25 ABRIL 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 22º

Edição

Presidente da Junta da Galiza diz que Governo da Catalunha dividiu o povo

O presidente da Junta Regional da Galiza, Espanha, criticou hoje a atuação do Governo da Catalunha que considerou ter fraturado e dividido o povo catalão e disse esperar que as eleições regionais reponham a democracia.

Presidente da Junta da Galiza diz que Governo da Catalunha dividiu o povo
Notícias ao Minuto

18:15 - 14/12/17 por Lusa

Mundo Espanha

Alberto Núñez Feijóo, que falava aos jornalistas em Vila Real, onde recebeu o doutoramento 'Honoris Causa' pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), comentou a situação que se vive na Catalunha, depois da tentativa de criar um Estado soberano e independente, e as eleições regionais marcadas para 21 de dezembro.

O presidente da Junta Regional da Galiza disse que às vezes os políticos "não estão à altura do seu povo".

"E o que se passou com os políticos catalães nos últimos anos é que não serviram com lealdade o povo da Catalunha, mentiram ao povo da Catalunha e fraturaram e dividiram o povo da Catalunha", acusou Alberto Núñez Feijóo.

As eleições, na sua opinião, representam uma oportunidade para "começar de novo" e para repor a "democracia, cumprir a Constituição e o estatuto da Catalunha".

"Dependerá da maioria silenciosa dos catalães, que têm na sua mão iniciar outra vez um período de convivência com o conjunto dos povos que integram Espanha", afirmou.

E continuou: "eu desejo que assim seja porque temos uma enorme admiração pelo povo da Catalunha e, lamentavelmente, o povo da Catalunha não tem, não teve durante os últimos anos, os políticos que estavam ao seu nível".

Alberto Núñez Feijóo referiu ainda que, "lamentavelmente", no final do mandato do executivo regional presidido por Carles Puigdemont, os "catalães estão muito divididos, muito fraturados".

"Vamos ver se somos capazes de que a maioria dos catalães vá votar e vá votar pela democracia e pela liberdade", frisou.

Em Vila Real, o presidente da Junta Regional da Galiza agradeceu o "honoris causa", considerando que se trata de uma "imerecida distinção".

Disse ainda que se trata de "mais uma ponte, uma ponte de colaboração entre a Galiza e o Norte de Portugal e uma ponte de maior união entre a República Portuguesa e o Reino de Espanha".

Alberto Núñez Feijóo é natural de Ourense, licenciado em Direito pela Universidade de Santiago de Compostela e está ligado à administração autonómica desde 1985, onde ingressou como membro do Corpo Superior da Administração Geral da Junta.

Em 2003 foi distinguido com a Grã-Cruz de Isabel a Católica. Nomeado vice-presidente da Junta Regional da Galiza em 2004, foi eleito presidente em 2009.

O reitor da UTAD, António Fontaínhas Fernandes, disse que este doutoramento representa uma "homenagem ao povo galego" pelo papel desempenhado na construção do Douro e dos seus socalcos.

Também por isso, o 'Honoris Causa' foi entregue no dia do 16.º aniversário da classificação do Douro como Património Mundial da UNESCO.

Este ato simbólico pretende ainda "contribuir para reforçar a ligação das três universidades do Norte de Portugal, e da UTAD em particular, às três universidades da Galiza".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.