Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 6º MÁX 6º

Edição

Embaixada dos EUA na Jordânia suspendeu os seus serviços

A embaixada dos Estados Unidos na Jordânia suspendeu hoje temporariamente os seus serviços públicos normais devido aos protestos que podem ocorrer, depois da decisão de Donald Trump em reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Embaixada dos EUA na Jordânia suspendeu os seus serviços
Notícias ao Minuto

20:51 - 06/12/17 por Lusa

Mundo Jerusalém

"A embaixada dos Estados Unidos suspendeu temporariamente os serviços públicos normais", anunciou aquele organismo na sua conta da rede social Twitter.

A embaixada transmitiu ainda que os "movimentos públicos" do pessoal dos EUA e seus parentes na Jordânia foram limitados e que foi ordenado que as crianças não vão à escola na quinta-feira devido a possíveis protestos, que "têm potencial para se tornarem violentos".

O anúncio feito por Donald Trump representa uma rotura com décadas de neutralidade da diplomacia norte-americana na questão israelo-palestiniana.

Trump também anunciou que vai dar ordens ao Departamento de Estado para mudar a embaixada dos EUA de Telavive para Jerusalém.

No seu discurso, o Presidente dos EUA disse que continua a defender uma solução de "dois Estados" naquela região - Palestina e Israel - e disse que "tudo fará para promover uma solução pacífica".

Trump apelou à "calma" e à "tolerância" na sequência do seu anúncio e indicou que o seu vice-Presidente, Mike Pence, se irá deslocar ao Médio Oriente "nos próximos dias".

Os Estados Unidos transformam-se assim no único país do mundo a reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório