Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2017
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 15º

Edição

Apoio de 25 milhões para levar água a gado em província angolana

O governo provincial de Benguela criou um programa de emergência, no valor de 5.000 milhões de kwanzas (25,5 milhões de euros), para reabilitar e construir reservatórios de água para dar de beber ao gado, devido à seca.

Apoio de 25 milhões para levar água a gado em província angolana
Notícias ao Minuto

18:21 - 06/12/17 por Lusa

Mundo Seca

Aquela província no litoral sul de Angola enfrenta há dois meses um período de seca, que causou já a morte de mais de 1.700 cabeças de gado bovino, no município de Caimbambo.

Neste programa de emergência, que inclui também a aquisição de 800 fardos de feno para animais desnutridos, o Fundo das Nações Unidas para a Alimentação (FAO) disponibilizou-se a apoiar os criadores de gado com blocos de sais minerais, suplementos alimentares para os bovinos.

A posição foi expressa pelo coordenador de programas de emergência da FAO, Mateus Tony, no final de uma visita de constatação ao Caimbambo.

Segundo Mateus Tony, citado pela agência noticiosa angolana, Angop, a FAO tem instalada uma fábrica de ração animal no município de Cahama, província do Cunene, pronta para prestar apoio imediato ao setor pecuário.

O programa de emergência traçado pelas autoridades provinciais de Benguela tem a duração de três meses, prevendo ainda a aquisição de medicamentos para garantir condições de saúde aos bovinos e treinamento do pessoal veterinário.

A seca, que tem afetado algumas províncias do sul do país, afetou igualmente os criadores de gado do município de Quilengues, província da Huíla, apontando-se a morte de 50 cabeças de gado bovino, nas duas últimas semanas.

De acordo com o administrador local, Armando Vieira, "está a morrer muito gado no Quilengues".

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório