Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 14º

Estados Unidos vão permitir importação de elefantes africanos caçados

A administração norte-americana, liderada por Donald Trump, anunciou hoje que vai permitir a importação de partes de corpos de elefantes africados caçados em desporto, referindo que encorajar os caçadores ricos pode ajudar as espécies vulneráveis.

Estados Unidos vão permitir importação de elefantes africanos caçados

O Serviço de Vida Selvagem dos Estados Unidos anunciou, em comunicado, que ao permitir que os elefantes do Zimbabué e Zâmbia sejam trazidos como troféus, vai conseguir recolher fundos para programas de conservação de espécies.

Esta mudança vai marcar uma alteração nos esforços para impedir a importação de presas de elefante, rompendo uma proibição imposta pelo governo de Obama em 2014. A nova política aplica-se aos elefantes africanos mortos entre janeiro de 2016 e dezembro de 2018.

"A caça desportiva legal e bem regulamentada, como parte de um programa de gestão, pode beneficiar determinadas espécies, proporcionando incentivos às comunidades locais para conservar essas espécies e colocando as receitas tão necessárias de volta à conservação", refere em comunicado.

O maior mamífero terrestre do mundo, o elefante africano foi classificado como ameaçado na Lei de Espécies Ameaçadas dos Estados Unidos desde 1979.

O número de elefantes africanos diminuiu de cerca de cinco milhões há um século para cerca de 400 mil, número esse que continua a diminuir a cada ano. De acordo com as Nações Unidas, cerca de 100 mil elefantes africanos foram mortos entre 2010 e 2012.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório