Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Mulher detida no Sri Lanka por ter tatuagem de Buda vai ser indemnizada

Incidente aconteceu há três anos. Naomi Coleman acabou por ser deportada pelas autoridades quatro dias depois. O budismo é a religião dominante no Sri Lanka e a tatuagem foi vista como um insulto.

Mulher detida no Sri Lanka por ter tatuagem de Buda vai ser indemnizada
Notícias ao Minuto

12:49 - 15/11/17 por Fábio Nunes

Mundo Decisão

Em abril de 2014 Naomi Coleman viajou para o Sri Lanka para passar um período de férias e conhecer o país. No entanto, pouco conheceu. Ao chegar ao aeroporto internacional de Bandaranaike, na capital Colombo, foi detida pelas autoridades locais. O motivo? Uma tatuagem de Buda no seu braço direito.

O budismo é a principal religião da ilha e as autoridades costumam ser bastante rígidas com o que interpretam como insultos a Buda, que foi o que aconteceu com a tatuagem de Naomi. A britânica ficou detida numa prisão e num centro de detenção locais durante quatro dias, antes de ser deportada. 

Naomi teve de esperar três anos para que o Supremo Tribunal do Sri Lanka lhe desse razão.

Segundo a BBC, o Supremo considerou que a sua detenção não teve “qualquer base legal” e que o tratamento que Naomi recebeu de alguns agentes e de um guarda prisional foi “escandaloso e horroroso” e que os seus direitos tinham sido violados.

Naomi tinha-se queixado de que um guarda prisional fez comentários explícitos de cariz sexual e de ter sido forçada a dar dinheiro à polícia.

O Supremo do Sri Lanka condenou o Estado a pagar quatro mil libras (perto de 4.500 mil euros) de indemnização. Também os agentes envolvidos na sua detenção foram condenados a pagar uma indemnização a Naomi.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório