Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

O mistério do bebé mexicano de 10 meses que pesa 28 quilos

Médicos não conseguem explicar por que razão Luis Gonzales pesa tanto. Tratamentos que têm sido recomendados são demasiado caros para a família.

O mistério do bebé mexicano de 10 meses que pesa 28 quilos
Notícias ao Minuto

11:13 - 14/11/17 por Fábio Nunes

Mundo Insólito

Quando Luis Gonzales nasceu pesava 3,5 kg, o mesmo peso com o que o seu irmão Mario tinha nascido cerca de três anos antes. Os pais de Luis Gonzales estavam longe de imaginar que 10 meses depois o seu filho mais novo iria pesar 28 quilos e ter quase a mesma altura do irmão.

Segundo o site australiano news.com, os médicos mexicanos ainda não sabem por que motivo Luis Gonzales ganhou tanto peso e porque ficou tão grande, mas os pais estão muito preocupados com os riscos que este peso excessivo comporta para a vida do filho.

Aos dois meses, o bebé já pesava 10 quilos, um peso que triplicou no meio que se seguiu. A mãe, Isabel Pantoja, acreditou que inicialmente a causa poderia estar na amamentação. “Pensava que tinha a ver com o facto de ter bom leite para amamentar”.

Luis Gonzales vai pelo menos quatro vezes por semana ao hospital e são-lhe feitas análises ao sangue constantemente mas os médicos não avançam com uma explicação para o que está a causar este aumento de peso tão significativo. O pequeno Luis não tem um apetite assim tão voraz e nem está sempre a pedir comida.

Um pediatra chegou a falar na possibilidade de injeções de hormonas, mas o custo seria insuportável para família de Luis. O pai ganha cerca de 261 dólares, ao passo que este tratamento teria um custo de 555 dólares. Os pais já criaram uma conta no Facebook e abriram uma conta bancária para quem quiser ajudá-los.

Silvia Orozco, uma cirurgiã que está a examinar o bebé, avançou com uma possibilidade para a condição de Luis Gonzales. Durante a gravidez, a dieta da mãe da criança pode ter tido poucos nutrientes, o que faz com que as glândulas que gerem o metabolismo não estejam a funcionar da forma adequada.

Agora resta aguardar pelos resultados das análises enviadas para os Estados Unidos para saber se este palpite está certo e iniciar os tratamentos de hormonas que podem salvar a vida da criança.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório