Meteorologia

  • 04 JULHO 2020
Tempo
34º
MIN 16º MÁX 34º

Edição

Picada de inseto em Espanha deixou-o às portas da morte

Só dois anos depois é que o diagnóstico foi confirmado.

Picada de inseto em Espanha deixou-o às portas da morte

Mark Russell, do Reino Unido, foi de férias para Espanha e estava longe de imaginar que, passados dois anos, entraria em coma, tendo estado mesmo às portas da morte. O motivo? A picada de uma mosca em terras de ‘nuestros hermanos’.

Porém, não se tratou de uma mera picada de um inseto inofensivo. Mark contraiu uma infeção parasitária potencialmente mortal a partir de um mosquito de areia.

Embora possa parecer estranho, de facto, passaram dois anos até que Mark Russell fosse diagnosticado e pudesse ser corretamente medicado.

Com 46 anos, Mark viajou até Málaga com a esposa, Yvette, e o seu filho de 16 anos. Subitamente, no regresso, começou a perder peso e sofreu de febres altas acompanhadas de letargia. Inicialmente, os médicos equacionaram que o quadro clínico se devia à existência de cálculos renais.

Mark afirmou ao Liverpool ECHO que, muitas vezes, “pensava que ia morrer. Era o meu pior pesadelo e não desejo isso ao meu pior inimigo”.

A determinada altura, o paciente foi então transferido para o Royal Liverpool University Hospital, onde foi avaliado por especialistas da Escola de Medicina Tropical de Liverpool. Até que finalmente a equipa de médicos conseguiu identificar, microscopicamente, o parasita causador da febre.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório