Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Presença de combatentes curdos em Kirkuk vista como declaração de guerra

O Governo do Iraque considerou hoje uma "declaração de guerra" a presença de combatentes curdos, nomeadamente do ilegalizado partido curdo da Turquia PKK, na província disputada de Kirkuk (norte).

Presença de combatentes curdos em Kirkuk vista como declaração de guerra
Notícias ao Minuto

18:37 - 15/10/17 por Lusa

Mundo Iraque

O Conselho de Segurança Nacional, a mais alta instância de Defesa do Iraque, presidido pelo primeiro-ministro, Haidar Al-Abadi, afirmou em comunicado considerar uma "escalada perigosa" e uma "declaração de guerra" a presença em Kirkuk "de combatentes que não pertencem às forças de segurança regulares".

O texto cita, nomeadamente, a presença de combatentes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) turco, considerado uma organização terrorista pela Turquia, a União Europeia e a NATO.

A relação entre Bagdad e Erbil degradou-se depois de o Governo autónomo do Curdistão iraquiano ter realizado um referendo sobre a independência da região, não vinculativo e considerado ilegal pelo governo central.

Kirkuk foi incluída no referendo, apesar de não pertencer ao Curdistão.

A cidade, etnicamente diversa, é administrada pelos curdos desde 2014, quando o exército iraquiano fugiu ao avanço dos 'jihadistas' do grupo Estado Islâmico. O Iraque exige agora recuperar o controlo da cidade e da província de Kirkuk, rica em petróleo.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório