Meteorologia

  • 21 MAIO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

Realizador britânico juntou-se às YPG e foi morto em Raqa pelo Daesh

Mehmet Aksoy juntou-se, em junho, às Unidades de Proteção Popular(YPG) para documentar o combate dos curdos contra o grupo jihadista. Morreu aos 32 anos.

Realizador britânico juntou-se às YPG e foi morto em Raqa pelo Daesh
Notícias ao Minuto

09:19 - 28/09/17 por Pedro Bastos Reis

Mundo Mehmet Aksoy

O realizador britânico Mehmet Aksoy foi assassinado pelo autodesignado Estado Islâmico em Raqa,na Síria, noticia a BBC.

Formado em cinema pela Universidade de Londres, Mehmet Aksoy, de 32 anos, viajou do Reino Unido para a Síria em junho para se juntar ao grupo curdo Unidades de Proteção Popular (YPG).

Desempenhava o função de assessor de imprensa de grupo e foi o fundador da Kurdish Question, uma revista que analisa os problemas do povo curdo e de outros grupos étnicos.

Para além disso, Aksoy estava em Raqa para documentar o combate levado a cabo pelas forças curdas contra o Daesh.

Aladdin Sinayic, amigo próximo do realizador, afirmou à BBC que “Mehmet nunca lutou, o plano nunca foi lutar”. “Ele disse-me que há formas melhores. Ele queria contar as histórias dos combatentes, tinha muito respeito por eles. O Mehmet era amado por todos”, conta.

Os combates em Raqa, capital do Daesh e um dos seus últimos bastiões, aproxima-se cada vez mais do fim, com a cidade praticamente controlada pelas forças apoiadas pelos Estados Unidos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.