Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2017
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Macau: Registadas irregularidades na votação para Assembleia Legislativa

O presidente da Comissão de Assuntos Eleitorais da Assembleia Legislativa de Macau (CAEAL) disse hoje que foram registadas dez irregularidades nas assembleias de voto durante as primeiras seis horas da votação para eleger os deputados.

Macau: Registadas irregularidades na votação para Assembleia Legislativa
Notícias ao Minuto

12:03 - 17/09/17 por Lusa

Mundo Eleições

"Quanto às irregularidades dentro das assembleias de voto, até às 15:00 [08:00 em Lisboa] foram dez casos: cinco atenderam o telefone e outros cinco tiraram fotografia dos boletins de voto", disse o presidente da CAEL, o juiz Tong Hio Fong, em conferência de imprensa.

"Nós encaminhámos esses casos já à polícia para acompanhamento", acrescentou.

Num balanço anterior à imprensa, cerca de três horas após o início da votação, Tong Hio Fong falou de um caso de alegada compra de votos, afirmando que apesar de a mesma "não ser verídica", a CAEAL "vai averiguar", de acordo com um comunicado de imprensa.

Um total de 133.829 eleitores (43,79%) votou até às 17:00 (19:00 em Lisboa), oito horas depois da abertura das assembleias de voto para eleger 14 dos 33 deputados que compõem a Assembleia Legislativa, segundo a comissão eleitoral.

Apenas uma minoria dos deputados (14) é decidida pelo sufrágio universal, sendo os restantes 12 eleitos pelo voto de associações.

No sufrágio indireto, 5.105 ou 83.76% dos eleitores das associações tinham votado até à mesma hora, de acordo com os dados da comissão eleitoral.

Os restantes sete deputados são nomeados pelo chefe do Governo.

Macau conta atualmente com 307.020 eleitores, cerca de mais 30.000 em relação às últimas eleições.

Um total de 151.880 eleitores, entre os 276.037 que estavam recenseados em 2013, expressaram o seu voto nas urnas, pela via do sufrágio direto há quatro anos.

O presidente da CAEAL disse hoje que "haverá a possibilidade de [o número de votantes] ultrapassar o das últimas eleições".

"Também temos de ver a situação mais tarde. De hora a hora, se não me engano, também houve aumento em comparação com as últimas eleições", disse Tong Hio Fong.

O juiz afirmou que "houve demoras" em algumas assembleias de voto durante as primeiras horas da votação.

"Poderá haver situações em que os votantes também se concentraram na parte de manhã para votarem e, portanto, como houve uma concentração de eleitores, aguardaram mais tempo para votar", disse, observando que irão "rever a situação depois das eleições", não excluindo a possibilidade de "selecionar um lugar maior" para algumas assembleias de voto.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório