Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2017
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 13º

Edição

Sem-abrigo pediu para mover Porsche, queria dormir. Condutora baleou-o

Mulher de 26 anos, aspirante a cantora, está agora acusada de tentativa de homicídio. O sem-abrigo tentava dormir mas estava a ser incomodado pelo barulho e pelos gases emitidos pelo carro.

Sem-abrigo pediu para mover Porsche, queria dormir. Condutora baleou-o
Notícias ao Minuto

16:53 - 15/09/17 por Anabela de Sousa Dantas

Mundo Tennessee

Katie Quackenbush, de 26 anos, foi detida na passada segunda-feira, 11 de setembro, por ter disparado dois tiros contra um sem-abrigo no dia 26 de agosto. Está acusada de tentativa de homicídio, de acordo com o comunicado divulgado pela polícia de Nashville em comunicado.

A vítima, Gerald Melton, de 54 anos, continua internado com ferimentos críticos, tendo sido baleado duas vezes no abdómen.

Nessa noite de sábado do mês passado, Melton estava a tentar dormir, perto das 3h00, quando Katie Quackenbush parou a sua carrinha Porsche. A música e os gases emitidos pelo veículo incomodaram o homem de 54 anos, que lhe terá pedido para mover o carro.

“Começou uma discussão, com gritos de ambas as partes. Melton disse que voltou para o sítio onde estava a tentar dormir. Quackenbush terá alegadamente saído do carro armada e, continuando a discussão, disparou duas vezes sobre Melton. Sofreu um ferimento abdominal crítico. Ele disse que a atiradora voltou ao Porsche e fugiu do local”, informou a polícia de Nashville.

De acordo com o Tennessean, o pai da suspeita, Jesse Quackenbush, é um advogado de defesa conhecido localmente e já veio a público defender a filha, indicando que estava a agir em auto-defesa porque o sem-abrigo avançou na sua direção durante a discussão. “Ela disse que fechou os olhos quando disparou duas vezes mas que eram avisos e que pensou que tinha apontado para longe dele. Ela não tentou matar este homem. Não tinha intenção de o matar. Ela não sabia que o tinha atingido”, afirmou.

A suspeita não contactou a polícia durante uma semana, tendo sido os advogados a contactar os investigadores.

Katie aguardará o julgamento em liberdade, tendo sido fixada uma fiança de 25 mil dólares. De acordo com o mesmo órgão, esta não é a primeira vez que a aspirante a cantora se envolve em incidentes violentos. Em dezembro, foi acusada de agressão, depois de bater numa mulher com um copo, e há quatro anos foi identificada também por agressão por ter batido numa outra mulher. O primeiro caso está pendente, em relação ao segundo a queixa foi mais tarde retirada.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório