Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Decifrada carta escrita por freira no séc. XVII. "É mesmo diabólica"

Carta escrita em código há mais de 340 anos usa Latim, Grego antigo, Árabe e alfabeto rúnico.

Decifrada carta escrita por freira no séc. XVII. "É mesmo diabólica"
Notícias ao Minuto

23:33 - 10/09/17 por Anabela de Sousa Dantas

Mundo Itália

Uma carta escrita no século XVII por uma freira siciliana foi finalmente traduzida graças à ‘dark web’, um sub-mundo informático pejado de especialistas obscuros. A história torna-se ainda mais dramática quando é explicado que a freira, Maria Crocifissa della Concezione, dizia estar possuída pelo diabo - a carta chama-se, precisamente, 'Lettera del Diavolo'.

A missiva, datada de 1676, foi escrita em código por Maria Crocifissa della Concezione no convento Palma di Montechiaro e utiliza uma mistura de Latim, Grego antigo, Árabe e alfabeto rúnico.

O código foi quebrado, de acordo com a publicação, por um grupo de cientistas informáticos do Centro de Ciências de Ludum com recurso a software que encontraram na ‘dark web’.

“Ouvimos falar do sofware, que é usado para serviços de espionagem para quebrar códigos. Acrescentamos ao software as línguas e descobrimos que é mesmo diabólica”, indicou o diretor do centro, Daniele Abate, ao The Times.

A freira escreveu que Deus e Jesus são “pesos-mortos” - na altura, considerado uma heresia. As quinze linhas que foi possível traduzir falam, assim, da relação entre o Homem, Deus e o Diabo, explicando que Deus é uma invenção humana e que é possível existir o rio Styx, das mitologias romana e grega, que separa a Terra do ‘outro mundo’.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório