Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 17º

Edição

Mataram-no e roubaram-lhe o carro. Poderá ser a 15.ª vítima de ataque

Esta é uma das possibilidades, cada vez mais forte, sob investigação das autoridades espanholas.

Mataram-no e roubaram-lhe o carro. Poderá ser a 15.ª vítima de ataque

Pau Pérez, um espanhol de 34 anos natural de Vilafranca e que trabalhava em Barcelona, foi encontrado morto no seu carro após ter sido apunhalado, na passada quinta-feira.

Por volta das 19h00 daquele dia, Pau Pérez estaria a voltar a casa quando foi assaltado. Às 19h45 (mais uma hora do que em Portugal Continental), o Ford Focus de Pau Pérez falhou um controlo policial na avenida Diagonal.

O carro acelerou, atingindo uma agente na perna, com os polícias presentes no local a dispararem sobre a viatura. O Ford Focus acabaria por ser encontrado cerca de três quilómetros depois, em Sant Just Desvern. O condutor fugira. No interior do automóvel estava apenas o cadáver de Pau Pérez, no banco de trás, com ferimentos provocados por uma arma branca.

O El Pais recorda este caso que ocorreu após o ataque nas Ramblas de Barcelona, onde 13 pessoas morreram atropeladas, incluindo duas cidadãs portuguesas. Na mesma quinta-feira, à noite, mais uma vida seria colhida, já no passeio marítimo de Cambrils, em Tarragona. Escreve o diário espanhol que Pau Pérez poderá, assim, ser a 15.ª vítima do atentado na Catalunha. E esta é uma possibilidade cada vez mais forte.

Suspeito em fuga

Younes Abouyaaqoub, um jovem de 22 anos originário de Marrocos, é neste momento o principal suspeito ainda a monte da célula terrorista que levou a cabo o ataque.

Younes é suspeito de ser o condutor da furgoneta que roubou vidas nas Ramblas. Será ele o jovem que surge nas imagens de videovigilância num mercado ali próximo, a afastar-se do local. E será também ele o suspeito de ter apunhalado mortalmente Pau Pérez, para lhe roubar o carro e pôr-se em fuga.

O conselheiro do Interior do governo autónomo da Catalunha, Joaquim Forn, confirmou esta segunda-feira numa entrevista à Catalunya Radio que “tudo aponta” para que Younes seja mesmo o condutor da carrinha que atropelou pessoas nas Ramblas.

O mesmo membro do governo regional confirmou na mesma entrevista que as autoridades acreditam que o suspeito fugiu num "Ford Focus que não respeitou um posto de controlo" instalado precisamente na avenida Diagonal, em Barcelona.

Confirmando-se esta tese, e é esperado que esta segunda-feira as autoridades espanholas adiantem alguns dos novos elementos recolhidos na investigação, Pau Pérez será mesmo a décima quinta vítima mortal confirmada neste ataque.

Entretanto, Espanha admite que Younes poderá já ter saído da Catalunha. Forças de segurança de outros países europeus já terão sido informadas desta possibilidade, alargando assim consideravelmente o raio de buscas ao suspeito em fuga.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório