Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Venezuela: Parlamento rejeita retirada dos seus poderes pela Constituinte

O Parlamento da Venezuela, dominado pelos opositores do presidente Nicolas Maduro, reuniu-se hoje, horas depois de os seus poderes terem sido confiscados pela Assembleia Constituinte, fiel a Maduro.

Venezuela: Parlamento rejeita retirada dos seus poderes pela Constituinte
Notícias ao Minuto

20:44 - 19/08/17 por Lusa

Mundo Tensão

"Essa decisão fraudulenta é nula, esta Constituinte é nula", afirmou Freddy Guevara, vice-presidente do Parlamento, numa conferência de imprensa antes do início da sessão.

Eleita no final de julho e contestada por grande parte da comunidade internacional, a Constituinte, que reúne 545 membros próximos do poder, chamou a si o essencial dos poderes do Parlamento.

Mas, nesta sessão o Parlamento decidiu rejeitar "a usurpação da soberania popular" e continuar ativo para continuar a defender o mandato que lhe foi dado nas legislativas de dezembro de 2015.

A iniciativa marca um novo episódio na grave crise política que abala a Venezuela, onde manifestantes exigem nas ruas a saída do presidente, eleito em 2013. Desde o início de abril, os protestos provocaram 125 mortos.

Segundo Freddy Guevara, uma figura da oposição, o principal objetivo da Constituinte é aprovar contratos e obter fundos do estrangeiro, cruciais numa altura em que o país vive também uma crise económica.

"Não vamos dar aval a nenhum contrato que viole a Constituição", disse Guevara. O Supremo Tribunal, acusado de servir os interesses do poder, anula todas as decisões tomadas pelo Parlamento.

A sessão extraordinária de hoje teve início na presença de representantes do corpo diplomático, convidados pela oposição. Diplomatas da União Europeia, de França e de Espanha estiveram presentes, segundo a AFP.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório