Meteorologia

  • 26 JUNHO 2017
Tempo
24º
MIN 22º MÁX 25º

Edição

Temer veta lei que diminuiria área de preservação na Amazónia

O Presidente do Brasil, Michel Temer, vetou hoje uma lei aprovada no Congresso do país que reduziria uma área de preservação no Pará, que faz parte da região amazónica.

Temer veta lei que diminuiria área de preservação na Amazónia
Notícias ao Minuto

19:56 - 19/06/17 por Lusa

Mundo Brasil

O anúncio foi feito na rede social Twitter pelo chefe de estado que escreveu: "vetei hoje integralmente todos os itens das MPs que diminuíam a área preservada da Amazónia".

A utilização deste meio foi também uma resposta a uma mensagem escrita no Twitter pela modelo brasileira Gisele Bündcher, que usou a rede social no último dia 13 de junho para fazer um apelo pela preservação ambiental.

"Nosso trabalho proteger nossa Mãe Terra. @MichelTemer, diga NÃO para reduzir a proteção na Amazónia!", escreveu a modelo brasileira.

O veto diz respeito a uma mudança proposta pelo Congresso brasileiro que diminuiria a área de proteção no Pará e também iria transformar o território da Floresta Nacional do Jamanxim em uma Área de Proteção Ambiental (APA), categoria que permitiria a presença de proprietários rurais.

Organizações não governamentais como a WWF criticaram a alteração afirmando que se a lei, se fosse aprovada, abriria caminho para o desmatamento e para a invasão de terra na região.

O Ministério do Meio Ambiente do Brasil também se tinha posicionado contra o projeto e recomendou ao Presidente que vetasse a proposta.

A medida também se alinha com a agenda internacional de Michel Temer.

Esta semana, o chefe de estado brasileiro visitará a Noruega onde participará de uma série de encontros cujo foco principal é a preservação do meio ambiente.

Ao anunciar a programação da visita à Noruega o Governo emitiu uma nota afirmando que "[Michel]Temer enfatizará o empenhamento brasileiro no cumprimento do Acordo de Paris e ressaltará o significado que o Brasil atribui à participação da Noruega no Fundo Amazónia".

Campo obrigatório