Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2017
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 19º

Edição

As seis políticas que Obama lançou e Trump já erradicou

O Presidente dos Estados Unidos da América tinha prometido durante a campanha eleitoral e tem cumprido ao longo do seu curto mandato.

As seis políticas que Obama lançou e Trump já erradicou
Notícias ao Minuto

15:08 - 19/06/17 por Patrícia Martins Carvalho

Mundo EUA

À frente dos desígnios do país desde o início deste ano, Donald Trump tem mostrado serviço aos seus eleitores, pois tem vindo a fazer os Estados Unidos recuar em políticas que Barack Obama já tinha avançado.

O mais recente exemplo disso mesmo é a política relativamente a Cuba. Depois do aperto de mão histórico entre Barack Obama e Raúl Castro, Trump ‘rasgou’ a fotografia e estabeleceu aquelas que são as suas premissas.

Assim, e de acordo com o revelado pelo próprio presidente dos EUA no final da semana passada, os norte-americanos voltam a enfrentar constrangimentos se quiserem viajar até Cuba. A partir de agora, um cidadão dos EUA só pode ir a Cuba se for por motivos educacionais ou de investigação. Viajar a lazer volta a ser proibido, tal como fazer investimentos em território cubano e nem as transações comerciais com empresas controladas por entidades militares ou serviços de segurança cubanos escapam. Ainda assim, as relações bilaterais entre os dois países não foram cortadas.

No que diz respeito ao Acordo de Paris, Donald Trump anunciou a saída dos Estados Unidos do acordo sobre o clima que tem como objetivo manter a temperatura média global dois graus centígrados abaixo do registado na era pré-industrial. O presidente dos EUA defendeu a sua decisão com o facto de o acordo prejudicar a indústria norte-americana.

Mas isto não é tudo, tal como dá conta a BBC. Barack Obama havia implementado um programa que permitia aos imigrantes ilegais no país com filhos já nascidos em território norte-americano permaneceram nos Estados Unidos.

Antes de retirar os EUA do Acordo de Paris, Trump já havia retirado o país do Acordo Transpacífico de Cooperação Económica que previa a redução de barreiras comerciais entre a Austrália, Brunei, Canadá, Singapura, Chile, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Peru e Vietname.

Também o combate às drogas foi revisto. Obama tinha elaborado uma orientação que determinava que se evitasse impor penas mínimas obrigatórias para crimes não violentos relacionados com droga. Trump já deu uma nova orientação e é exatamente o oposto da de Obama.

Por fim, quem também foi ‘alvo’ do Presidente dos EUA foi a comunidade transgénero. Por ordem de Obama, os alunos ‘trans’ podiam utilizar as casas-de-banho da escola consoante o género com o qual se identificassem psicologicamente e não, necessariamente, fisicamente. Agora, a decisão fica a cargo de cada Estado.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório