Meteorologia

  • 23 JULHO 2017
Tempo
25º
MIN 25º MÁX 25º

Edição

Pai viola filha durante 20 anos e só é preso quando vítima faz gravação

Mulher britânica torna público caso de agressão sexual que durou duas décadas, perpetrado pelo seu próprio pai.

Pai viola filha durante 20 anos e só é preso quando vítima faz gravação
Notícias ao Minuto

22:53 - 19/05/17 por Notícias Ao Minuto

Mundo Inglaterra

Raymond Prescott, de 54 anos de idade, violou pela primeira vez a filha, Layla Bell, quando esta tinha 7 anos. Agora com 31 anos, a britânica conta, em relatos chocantes, como o pai fazia comentários lascivos à própria filha, dizendo-lhe que era “o melhor sexo que ele tinha”.

De acordo com o site Metro, Layla descreveu como o seu pai a apalpava enquanto gritava: “Vou fazer sexo com a minha filha”. A primeira queixa foi feita em 2001 mas Layla, na altura com 15 anos, viu-se obrigada a retirá-la, pressionada por familiares.

“Eu disse à minha mãe, mas ela nem olhava para mim nem falava comigo. Acho que ela tinha vergonha de não ter percebido mais cedo. Acho que acreditava em mim, mas estava em choque”, indicou a mulher.

Em dezembro de 2012, quando tinha 26 anos, Layla colocou uma armadilha ao pai e quando este tentou atacá-la fez com que confessasse tudo o que tinha feito. Na gravação pode ouvir-se o homem dizer: “Não consigo gostar do sexo que faço com outras pessoas, portanto quero fazer contigo”.

Layla entregou as provas à polícia de Nottingham e o pai, que primeiramente negou tudo, acabou preso em maio do ano passado, condenado a 12 anos de prisão.

Layla, agora mãe de quatro filhos, decidiu tornar o seu caso público para alertar para este tipo de abuso, que acontece na segurança do lar.

Campo obrigatório