ISIS reivindica ataque no Serviço Federal de Segurança russo

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque que causou hoje duas mortes nas instalações do Serviço Federal de Segurança (FSB) em Kharabovsk, no extremo oriente russo.

© Reuters
Mundo Terrorismo

De acordo com o centro americano de fiscalização das páginas da 'internet' do EI, "Site", o órgão de propaganda do grupo extremista, "Amaq", publicou um pequeno texto em árabe na rede social "Telegram" no qual faz referência a uma "fonte de segurança" que reivindicou o ataque.

PUB

No texto traduzido para inglês pelo "Site", a mesma fonte disse que o ataque provocou três mortos e alguns feridos.

O FSB russo explicou que um invasor entrou nas instalações do Serviço, às 17:02 locais (08:02 em Portugal), antes de matar um agente do Serviço e um visitante e ferir outro.

"O agressor foi eliminado", disse o FSB em comunicado.

"A identidade do criminoso foi estabelecida, é um habitante da região de Khabarovsk, que nasceu em 1999. As informações apontam para que pertença a um grupo neonazi", disse o FSB noutro comunicado, citado pelas agências noticiosas russas.

O tiroteio aconteceu um dia depois de um ataque nos Campos Elísios, em Paris, durante o qual um polícia foi morto e três pessoas ficaram feridas, incluindo dois polícias, e que foi reivindicado pelo EI.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser