EUA rejeita exceção para empresas explorarem petróleo com russos

A administração norte-americana rejeitou uma exceção a companhias como a ExxonMobil para explorarem petróleo com empresas russas, uma atividade que foi afetada pelas sanções impostas em 2014.

© Getty Images
Mundo Sanções

A decisão foi conhecida dias depois de ter sido conhecido que a ExxonMobil procura, há meses, uma exceção às sanções para poder retomar as suas atividades com a firma russa Rosneft e explorar poços de petróleo no Mar Negro, onde pode haver reservas de 30 mil milhões de barris de crude.

PUB

"Em consultas com o Presidente Donald Trump, o departamento do Tesouro não autorizará exceções a companhias dos Estados Unidos, incluindo a Exxon, para autorizar a perfuração [de poços de petróleo] proibida pelas atuais sanções contra a Rússia", afirmou o Tesouro.

O comunicado tem apenas duas linhas e é assinado pelo secretário do Tesouro, Steven Mnuchin.

As sanções foram impostas à Rússia para castigar o Kremlin pela anexação da região ucraniana da Crimeia, mas interferem com acordos firmados em 2012 entre a ExxonMobil e o gigante petrolífero russo Rosneft.

O atual chefe da diplomacia norte-americana, Rex Tillerson, foi até há pouco o principal administrador da ExxonMobil, mas, de acordo com o jornal Wall Street Journal, não participava em qualquer decisão do Governo de Donald Trump sobre esta matéria.

A Rússia esteve no centro de um furacão político nos Estados Unidos, devido a denúncias de ataques informáticos ao país, antes das eleições presidenciais de 20 de novembro passado.

Vários políticos tinham-se oposto à eventual autorização da exceção.

"Estão loucos?", questiono um dos senadores republicanos mais influentes, John McCain, na rede social Twitter, reagindo a notícias das intenções da ExxonMobil para conseguir a autorização oficial.

"Apesar de uma eventual exceção para permitir negócios com entidades russas proibidas pudesse favorecer os interesses da ExxonMobil, claramente não beneficiaria os interesses da segurança nacional" dos Estados Unidos, disse, por sua vez, o senador republicano Marco Rubio.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser