Estado norte-americano de Arkansas realiza primeira execução desde 2005

O estado norte-americano do Arkansas executou um recluso pela primeira vez em 12 anos no âmbito de um plano para executar outros antes de os químicos expirarem a 30 de abril.

© iStock
Mundo Estados Unidos

A execução de Ledell Lee foi a primeira no estado desde 2005. O homem foi declarado morto às 23:56 de quinta-feira (05:56 de hoje em Lisboa), quatro minutos antes de a autorização de execução expirar.

PUB

Lee, de 51 anos, estava no corredor da morte por ter assassinado, em 1993, a sua vizinha Debra Reese, que atingiu 36 vezes com uma ferramenta.

O estado tinha fixado quatro execuções duplas para um período de 11 dias em abril. As oito mortes representariam o número mais elevado levado a cabo por um estado norte-americano num período tão curto, desde que o Supremo Tribunal reinstalou a pena de morte em 1976.

O estado argumentou que as execuções tinham de ser realizadas antes de o abastecimento de um químico letal expirar a 30 de abril. No entanto, as primeiras três execuções foram canceladas devido a decisões judiciais.

Outros dois reclusos devem morrer na segunda-feira e outro a 27 de abril.

O tribunal autorizou a morte de Lee menos de um hora antes de a sua autorização de execução expirar, à meia-noite, rejeitando uma vaga de recursos de última hora do advogado.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser