FBI confirma investigação a influência russa nas eleições dos EUA

Sob investigação está também uma eventual ligação entre a campanha de Trump e Moscovo.

© Reuters
Mundo Trump

O diretor do FBI, James Comey, confirmou hoje a existência de uma investigação a eventuais esforços da Rússia em interferir nas eleições presidenciais de 2016, nos Estados Unidos.

PUB

"Recebi a autorização do Departamento de Justiça para confirmar que o FBI, no quadro da nossa missão de contra-espionagem, está a investigar as tentativas do Governo russo de se imiscuir na eleição presidencial de 2016", declarou James Comey, numa audição na câmara dos Representantes do Parlamento norte-americano.

"Isso inclui investigações sobre a natureza de todas as ligações entre indivíduos ligados à equipa da campanha [Donald] Trump e o Governo russo e para determinar se houve coordenação entre a campanha e os esforços russos", acrescentou o diretor do FBI.

Comey contradisse ainda o Presidente norte-americano, que há duas semanas acusou através da rede social Twitter a administração Barack Obama (anterior Presidente) de ter colocado a Trump Tower, em Nova Iorque, sob escutas durante a campanha.

"O Departamento [de Justiça] não tem informações que apoiem esses 'tweets' [publicações na rede social]", declarou James Comey.

Donald Trump voltou hoje a utilizar o Twitter para classificar como "notícia falsa" a alegação segundo a qual teria trabalhado com a Rússia.

O antigo diretor nacional dos serviços de inteligência, "James Clapper, e outros afirmaram que não há provas de que o Presidente dos Estados Unidos tenha conluiado com a Rússia. Esta história é uma NOTÍCIA FALSA e toda a gente sabe isso", afirmou Donald Trump no Twitter.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser