Mohammed recusa abandonar Alepo por causa da sua coleção de carros

Muitas das viaturas estão hoje destruídas, mas o homem continua a tratá-las como se de humanos se tratassem.

Mundo Síria

Mohammed recusa abandonar Alepo por causa da sua coleção de carros © Facebook

Mohammed recusa abandonar Alepo por causa da sua coleção de carros © Twitter/Ishaan Tharoor‏

1 / 2
Mohamed recusa-se a abandonar Alepo... por causa da sua coleção de carros
© Twitter/Ishaan Tharoor‏

A fotografia de um homem a fumar cachimbo e a ouvir música de um gira discos, num quarto em ruínas, em Alepo, tornou-se viral nos últimos dias.

PUB

O seu protagonista é Mohammed Mohiedin Anis, um sírio de 70 anos que, apesar do conflito vivido no seu país, recusa abandonar a cidade que o viu crescer.

Mohammed é apaixonado por carros antigos e colecionou ao longo da sua vida várias viaturas, nomeadamente Cadillacs e Chevrolets, expostas no exterior da sua casa. Com a guerra, muitas delas estão hoje destruídas.

"Quando atingem uma das viaturas é como se me tivessem alvejado a mim ou a um dos meus", conta o homem que chegou a ser proprietário de 30 carros.

Ciente de que o país vive momentos complicados, defende que não "podem baixar a cabeça" e revela que o seu sonho é um dia poder restaurar todas os seus carros.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser