França, Alemanha, Itália e Espanha defendem UE a várias velocidades

Os líderes francês, alemão, espanhol e italiano defenderam hoje, depois de um encontro em Versalhes, perto de Paris, uma Europa a várias velocidades, que permita que os Estados-membros da União Europeia avancem mais rapidamente que outros.

© Reuters
Mundo União Europeia

"A unidade não é a uniformidade", disse François Hollande, depois do encontro com a chanceler alemã, Angela Merkel, e os primeiros-ministros espanhol, Mariano Rajoy, e italiano, Paolo Gentiloni.

PUB

Numa declaração conjunta, François Hollande disse que defende "novas formas de cooperação, para novos projetos", ou seja, uma "cooperação diferenciada".

Com a cooperação diferenciada, segundo François Hollande, "alguns países" podem "ir mais rápido" em "áreas como a defesa, euro ou através do aprofundamento da união económica e monetária, como a harmonização fiscal e social, ou na cultura e juventude".

Para Angela Merkel, os europeus devem "ter a coragem de aceitar de que alguns países possam ir mais rápido do que outros", sem fechar as possibilidades para os que estão mais atrasados.

"Mas precisamos de avançar", insistiu.

O líder italiano defendeu mais integração europeia, mas "com diferentes níveis de integração".

O primeiro-ministro espanhol também defendeu uma União Europeia a várias velocidades, sublinhando que Espanha quer "ir mais longe" na integração.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser