Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 14º

Milhares celebram segundo aniversário do Movimento dos Indignados

Milhares de pessoas manifestaram-se, domingo, em Espanha para celebrar o segundo aniversário do Movimento dos Indignados, que não conseguiu mobilizar tantas pessoas quanto no início dos protestos, apesar de desemprego recorde e de um programa de austeridades histórico.

Milhares celebram segundo aniversário do Movimento dos Indignados
Notícias ao Minuto

06:08 - 13/05/13 por Lusa

Mundo Espanha

"Da indignação à rebelião" foi a palavra de ordem sob a qual marcharam os manifestantes que se dirigiram à Porta do Sol em Madrid, local emblemático do movimento, onde o aniversário foi assinalado com um minuto de silêncio às 20h00 locais, 21h00 em Lisboa.

"A luta continua", "Juntos, é possível", "Eles chamam democracia mas esta não é uma", foram frases exibidas nos cartazes dos protestantes de todas as idades, saídos de diversos pontos da capital espanhola para o mesmo local de confluência.

Foram convocadas manifestações numa trintena de cidades espanholas, entre as quais a capital da Catalunha, Barcelona.

O Movimento dos Indignados, espontâneo e apolítico, ergueu-se há dois anos contra o desemprego, a corrupção e o excesso de liberalismo, surpreendendo um país que até então, apesar da crise e do descontentamento, mal se tinha manifestado.

Desde então, o desemprego aumentou ainda mais em Espanha, alcançando agora uma taxa recorde de 27,16%, afectando 6,2 milhões de trabalhadores activos numa população com 45 milhões de pessoas.

Apesar do mal-estar social, os Indignados, que respondem a uma estrutura horizontal e recusam constituir-se como partido, perderam muita visibilidade e já não conseguem mobilizar as massas que respondiam aos seus apelos de protesto nos primeiros meses de existência.

O movimento "já não é o mesmo, mudou de forma", afirmou, em Madrid, à AFP, Irene de la Torre, uma professora no desemprego com 26 anos.

"As forças foram para outro lado", acrescentou, nomeadamente para as "assembleias de bairro" e para as organizações que lutam contra os despejos por falta de pagamento de rendas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório