Governo chinês doa dez mil toneladas de arroz a Moçambique

O Governo chinês doou na quarta-feira mais de dez mil toneladas de arroz às populações afetadas pela seca no sul de Moçambique, informou o diretor-geral do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), citado hoje pelo diário Notícias.

© DR
Mundo Seca

De acordo com João Machatine, a doação vai beneficiar cerca de 700 mil pessoas até março do próximo ano e resulta de um memorando assinado na quarta-feira, em Maputo, pelo embaixador da China em Moçambique, Su Jian, e a ministra da Administração Estatal e Função Pública moçambicana, Carmelita Namashulua.

PUB

"Queremos enaltecer o contributo [da China] nos esforços para mitigar os efeitos da estiagem, facto que vai aumentar a resiliência das comunidades nas zonas mais críticas", afirmou.

Dados oficiais indicam que o número de pessoas em situação de insegurança alimentar devido à seca em Moçambique reduziu de 1,5 milhões para pouco mais de 1,4 milhões de pessoas nos últimos meses.

Moçambique é sazonalmente atingido por cheias, fenómeno justificado pela sua localização geográfica, a jusante da maioria das bacias hidrográficas da África Austral, mas o sul do país é afetado por secas prolongadas e que este ano atingem também as províncias da região centro.

Além de Moçambique, a seca afeta vários países da África Austral, tendo levado o Malaui, a Zâmbia e o Zimbabué a declararem o estado de emergência devido à falta de alimentos.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS