Mulher raptada durante semanas encontrada com mensagem cravada no corpo

Caso envolto em mistério. Polícia continua a investigar autoria do crime.

© Facebook/Sherri Papini
Mundo EUA

Mulher mantida em cativeiro durante três semanas foi encontrada com vida, mas ficou com mensagem gravada na pele pelos seus raptores.

PUB

Sherri Papini desapareceu há três semanas durante uma corrida matinal. A mãe de duas crianças, natural da Califórnia, foi abandonada à beira de uma estrada, e a polícia ainda não conseguiu perceber quem a raptou e que motivos levaram a fazê-lo.

Sabe, contudo, que os criminosos lhe cravaram uma mensagem no corpo, embora a polícia se negue a revelar o conteúdo da mesma.

“Penso que foi uma forma de assumirem o seu poder e controlo ou de transmitir alguma mensagem associada a um grupo. Não é um símbolo, mas é uma mensagem”, disse o Xerife Tom Bosenko.

A polícia anda atrás de duas mulheres de nacionalidade hispânica, revela o The Sun, que foram vistas numa carrinha escura e armadas, e que Sherri garante que são as autoras do seu rapto.

Sherri desapareceu no dia de ação de graças, quando saiu de casa para fazer jogging. Esteve três semanas sem dar rasto, tendo várias pessoas se unido para tentar encontrar a mulher. Esta viria a ser abandonada no mesmo local onde foi raptada. O seu corpo estava repleto de hematomas.

Acredita-se que o rapto terá sido motivado por um comentário racista, escrito pela mesma num blog.

Contudo os contornos do caso são ainda escassos, havendo várias teorias sobre o sucedido. Muitas delas dizem ter sido o casal a inventar o rapto para conseguir ganhar dinheiro com a situação.

A polícia acredita que tudo isso não passará de rumores.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS